Que venha o inverno!


O inverno deste ano promete ser tão ou mais frio do que o de 2009. Lembro-me bem. Das noites frias e chuvosas regadas a vinho e conversas virtuais. Aos finais de semana, as aulas do pós e o vento cortante no alto do Campus II da Feevale. A noite de sábado, reservada à música brasileira no Dam, na companhia sempre fiel da minha “marida” Tati.

E como nós rimos juntas: do secador de cabelos para aquecer os pés e dos dribles na crise mundial. E, juntas, choramos também. Com a força de Oxum e a serenidade de Iemanjá.

Protagonizamos boas histórias. Pizza e vinho, seguida de karaokê; missão ibéria e até um dia dos namorados na companhia de outras duas mulheres lindas e contemporâneas (as também jornalistas Lú e Dai). Uma coisa é certa. Nos divertimos à beça!






Assim como na natureza, entretanto, à medida em que findava o solstício de inverno, podia-se avistar as novas e belas cores da primavera. Era chegada a hora de sair do casulo, de florescer. Então, guardamos as botas e as roupas pesadas e, assim, com a ajuda do cinamomo, desfizemos nosso breve “casamento”. A amizade e os negócios em comum, porém, permaneceram.

Os dias de calor trouxeram muitas surpresas e mais um bocado de histórias. Algumas já contadas nesse espaço.

Mas como tudo é sazonal e o Rio Grande, o estado brasileiro cujas estações do ano melhor se definem, o frio se aproxima novamente. A diferente consiste, para mim e outras tantas pessoas queridas, na aquisição de um belo cobertor de orelha.

-------------

Entre elas, cito meu pseudo-cunhado e assíduo seguidor deste blog, que na primavera passada encontrou sua flor preferida.

2 comentários:

marcelo disse...

Sim! Sobrevivi ao frio intenso e a primavera me reservou uma linda flor! és testemunha! Lindas palavras! Parabéns!

Anônimo disse...

Marida =) Que lindo. E que bom que existem as estações, né? Ao contrário da música, tudo mudou! Eu achei meu coração e a alergia da cerveja passou.

Continuo te amando!
Tati: Brincodepena.wordpress.com